linha top 1
Governo Federal
Universidade Federal de Roraima

Com o objetivo de contribuir com a produção, valorização e formação cultural da comunidade acadêmica, a Pró-reitoria de Assuntos Estudantis e Extensão (PRAE) da Universidade Federal de Roraima (UFRR) realizou o 1º Censo Cultural. A iniciativa foi gerenciada pela Coordenação de Cultura e Eventos (CCE/UFRR).

A finalidade da ação foi mapear as demandas culturais e artísticas de alunos e servidores da UFRR para o desenvolvimento de ações de extensão no ano de 2021. A pesquisa foi realizada pela internet, no período de 21 de outubro a 21 de novembro de 2020, pelo formulário google forms.

“Consideramos um retorno excelente porque 250 pessoas responderam o questionário do Censo Cultural” – disse a Coordenadora de Cultura, Flávia Ávila.

 A pesquisa foi majoritariamente respondida pelos acadêmicos da UFRR,  correspondendo 74,8 % dos respondentes. Os docentes e os técnicos-administrativos representaram 17,2% e 8%, respectivamente.

 

Gráfico 01 - participação da comunidade acadêmica

 Gráfico 01 - participação da comunidade acadêmica

 

Responderam ao Censo Cultural, pessoas vinculadas às unidades administrativas e acadêmicas da UFRR. A pesquisa contou com pessoas vários cursos de graduação, pós-graduação e setores da UFRR, tendo uma maior participação dos cursos de Secretariado Executivo e Relações Internacionais.

Com relação a área cultural que mais se identifica, os participantes sinalizaram com maior percentual o segmento da música, representando 63,6% dos participantes. Em segundo lugar, a categoria que mais se destacou foi a área de cinema com 45,6% e em terceiro lugar, quase que um empate, ficaram os segmentos da literatura (41,6%) e fotografia (41,2%). 

As áreas de teatro (35,6%) e dança (32,8%) também foram pontuadas dentre as categorias de interesse da comunidade acadêmica. Os participantes também se identificaram com atividades de Museu, representado um total de 31,6% e o segmento das Artes Visuais (27,6%). O interesse em desenvolver trabalhos relacionados ao patrimônio cultural correspondeu a uma boa pontuação de participação, sendo 20,8% para o patrimônio material e 16,8% para o patrimônio imaterial.

 

 

Gráfico 02 - Áreas culturais de interesse

 

 

No campo de áreas de interesse para atuar como bolsistas, a área de música foi a que teve mais indicação pelos respondentes, representando um percentual de 38,4% e em segundo lugar foi a categoria de fotografia (28,8%). Já a pergunta direcionada para os docentes e técnicos-administrativos relacionada a área de interesse para coordenação de projetos na área cultural, as atividades mais sugeridas pelos participantes foram: música, literatura e cinema.

 

Gráfico 03 - Áreas com interesse em atuar como bolsista

 

 

De acordo com o Pró-reitor da PRAE, Gilson Costa, o Censo Cultural atende as diretrizes do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFRR com relação aos objetivos relacionados a estudos que identificam as demandas da comunidade acadêmica. “O Censo Cultural é mais uma alternativa de escuta da comunidade acadêmica que visa garantir de forma participativa a tomada de decisão referente a criação e adequação das ações de extensão, voltadas para o fortalecimento e a promoção da arte e da cultura, possibilitando uma maior aproximação e um diálogo entre a comunidade acadêmica e a sociedade em geral”, explicou.

 

 

 

arte na escola
ncontruir
itcpes